terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

As ovelhas, o pastor e o advogado



Um pastor de ovelhas estava no campo a guardar o seu  rebanho.

De repente eis que surge, como que do nada, pelo inóspito caminho um  Mitsubishi Pajero, último ano, 4x4 todo equipado. 

Parou na frente do velho pastor e de dentro sai um cara boa pinta, de não mais que trinta anos, de fato azul escuro, camisa Hugo Boss, gravata italiana, sapatos moderníssimos, bicolores, que disse:
- Se eu adivinhar quantas ovelhas o senhor tem, o senhor me dá uma ?
- Sim - respondeu o velhinho, meio desconfiado.
 
 
 
Então o cara volta pro Pajero. Pega um notebook, liga-se via telemovel à  internet, faz o download de uma base de dados, entra no site da NASA, identifica a área do rebanho por satélite, calcula a média histórica do tamanho de uma ovelha  daquela raça, faz outro download de uma tabela do Excel com execução de macros personalizadas, e depois de três horas, diz ao velhinho:
 
- O senhor tem 1.324 ovelhas da espécie ovino e quatro delas podem estar para parir !
 
O velhinho admitiu que sim, estava certíssimo, que isso ele sabia, mas não sabia o que eram ovinos; o sujeito, todo metido, explicou-lhe que ovinos são carneiros e ovelhas,  bovinos são bois e vacas, caprinos são bodes e cabras e que bubalinos são búfalos, acrescentando que eqüinos são cavalos e éguas e muares são burros e bestas.
E, conforme havia prometido, o pastor disse que poderia então levar a ovelha.  
O cara muito depressa pegou o animal e colocou-o no  Pajero.  Quando estava saindo, o pastor perguntou:
 
- Desculpe, mas se eu adivinhar sua profissão, o senhor me devolve a ovelha?
 
Duvidando que acertasse, o cara concorda.
 
- O senhor é advogado ?!?! - diz o velhinho.
 
- Sim, incrível! Como adivinhou?
 
- Quatro razões:
- Primeiro, pela maneira de falar;
- Segundo, veio sem que fosse chamado;
- Terceiro, me cobrou para dizer algo que eu já sabia.
- E quarto, nota-se que não entende merda nenhuma do que está falando
- Seu muar, DEVOLVA JÁ O MEU CACHORRO !!!
 
 

5 comentários:

  1. Muito boa a historia só podia vir da Barroja.

    ResponderEliminar
  2. Se visita um blog
    È por uma qualquer razão
    Se não deixa um comentario
    É como passar por um amigo
    E não lhe dar a salvação
    Acredite é verdade
    É esta minha opinião
    È isto que penso
    Sou António Assunção.

    Voz do Goulinho
    ALA Poemas
    António Assunção

    ResponderEliminar
  3. Quem me dera ser pastor
    De um rebanho de ovelhas,
    daquelas que vestem saias
    E têm brincos nas orelhas.

    Isto é um ensinamento
    Que voa pelos ares
    Esperteza de advogado
    Igual a dos moares.

    As ovelhas na Barroja
    Não comem ponta de serralha
    Só comem erva verde
    Quem quizer que coma a palha.

    Não sei o que se passa
    E o que nesta terra se vê
    As ovelhas pastam só
    O dono fica a ver TV.

    ResponderEliminar
  4. Querias então ser pastor
    De rebanho aperaltado
    Nem sabes onde te metias
    Eras gajo desgraçado

    Não são animais selvagens
    São só ovelhas de nome
    Por causa de quem come a palha
    Ficas tu cheio de fome

    As ovelhas não passam fome
    Há sempre muita pastagem
    Do coreto tirei a foto
    Ficou bonita a imagem

    Esquece lá o que disse
    Não vás daqui a fugir
    Está na hora de ir ver
    Se o pastor está a dormir

    ResponderEliminar
  5. Escrevem bem mas não me alegram
    Nessa vossa desgarrada
    Gostava èra de os ver
    Agarrados a uma enchada

    Amigo António Silva
    Põem de pastores estes dois
    E tambem a lavrar terra
    Com uma junta de Bois

    Silva da-lhe também um bom vinho
    Presunto e uma broa
    Esses dois são bons amigos
    São filhos de gente boa

    De vós os três me despeço
    Com grande aperto de mão
    Venho aqui para brincar
    Sou o António Assunção.

    Voz do Goulinho
    ALA Poemas

    ResponderEliminar