terça-feira, 24 de maio de 2011

TDT na freguesia de Pomares? Nem pensar !

Com a entrada recente, em funcionamento das primeiras localidades a "receberem" a Televisão Digital Terrestre fui ao site da TDT (em http://tdt.telecom.pt) para verificar quando está prevista a TDT na nossa freguesia e "levei" com o seguinte ecra:


Experimentei com vários códigos postais de aldeias da nossa freguesia e o resultado foi o mesmo

É claro que fiquei em pânico! Então na nossa freguesia a cobertura vai ser reduzida? Porque raio? Fui "googlar" e confirmei o que já sabia, o emissor actual (analógico) que serve Pomares (e a nossa região ) é o da Lousã, e que por incrivel que pareça é um dos maiores e mais potentes do país. Foi no site da TDT que encontrei mais esta informação:


Significa isto que o emissor da Lousã NÃO VAI SER SUBSTITUÍDO POR UM "DIGITAL"  confirmando-se assim a "...zona de probabilidade reduzida de cobertura TDT...", resumindo:

OS HABITANTES DA FREGUESIA DE POMARES NÃO VÃO TER TDT !!!

Fiquei bastante revoltado e comecei a enviar mails para o PT (que é o fornecedor oficial da TDT em Portugal)  e para a ANACOM, mails esses que passo a transcrever com as respectivas respostas:

Mail para a TDT

Resposta da TDT


Mail para a ANACOM

Resposta da ANACOM

E pronto, como podem verificar isto está mau ! MAU e muito MAL. Até aqui tinhamos televisão sem pagar nada (mentira porque na factura da EDP vem a tal taxa de audio-visual, logo a televisão dos 4 canais nacionais é paga) e agora vamos ter que desenbolsar muito dinheiro para se ter televisão. Ou então aderir à televisão paga, como é o caso do MEO da ZON mas sempre via satélite com o pagamento da dita mensalidade!

O tal sistema DTH (Direct-to-Home) que a PT fala é através de satélite, logo vai ter que se comprar equipamento correspondente! E quem vai pagar? O Tuga ! 

E quem tem poucas posses, como é o caso de milhares e milhares de reformados do nosso país e por esse interior fora?

Logo agora com a crise que não vai haver subsidio para a tal ajuda que foi propagandeada pelos orgãos de comunicação social! Lembra-se ou ouviram falar?  Que para famílias de parcos recursos e/ou reformados que estes pagariam SÓ 15€ pelos equipamentos a adquirir! Esqueçam !!!

Enfim, é este o país que temos e mais uma vez vamos ficar impávidos e serenos a ver-nos as coisas a cair em cima !

Por curiosidade, para as várias aldeias da freguesia de Pomares fui "pesquisar" a cobertura da TDT no mesmo site e obtive os seguintes resultados:

Sobral Gordo

Portelinha

Porto Silvado

Sobral Magro

Sorgaçosa

Vale do Torno

Agroal

Corgas

Foz da Moura

A sede de freguesia - Pomares

Finalmente, salva-se o Soito da Ruiva que fica pela cobertura parcial - Parabéns


Penso que nos deveríamos juntar e ir ver a televisão ao Soito da Ruiva ! Não ! Estou a brincar ....

De alguma maneira devemos tentar esclarecer esta situação junto da JF Pomares e até da CM de Arganil que para já são as entidades oficiais mais próximas e possíveis um eventual pedido de ajuda/esclarecimento junto das entidades competentes (ANACOM e PT).

Não podemos esperar que o céu nos caia em cima e depois na altura andarmos aflitos !

Não acham? 

Deixem a vossa opinião e os vossos comentários !


Nota de última hora: visitem este link = http://tdt-portugal.blogspot.com/ e leiam mais sobre o assunto e por incrivel que pareça nem o CP da CM Arganil escapa, ora vejam:


7 comentários:

  1. Victor os meus parabens pelo magnifico trabalho apresentado.
    Eu sei que quem menos tem menos pode e o resoltado da governação dos ultimos seis anos estão á vista mas esperem pela pancada vem mais a caminho por exemplo o transporte de doentes pelos bombeiros para os hospitais.
    Um abraço caro victor
    António Assunção

    ResponderEliminar
  2. Vitinho, és o maior.....!!! Grande descrição do problema.
    Manda-te a eles.
    Um abraço.

    Filipe

    ResponderEliminar
  3. Olá Vítor
    Li o seu artigo e fiquei de "boca aberta". Sempre pensei que as regiões mais abandonadas fossem as últimas a ter cobertura, mas tanto,...nunca pensei.
    Ainda estou a interiorizar a informação mas temos que fazer algo para demonstrar a nossa indignação. A autarquia tem uma palavra a dizer mas com o estado em que se encontra o país, não sei o que isto vai dar. Vou alertar a Direcção da comissão de Melhoramentos e também as pessoas no Sobral para nos organizarmos.
    Obrigada pela partilha das informações.
    Beijinhos
    Lourdes

    ResponderEliminar
  4. Está na altura de deixarmos de ser um rebanho pronto para a degolação. De uma vez por todas temos que responsabilizar quem colocou o País neste estado crítico. Vamos deixar que passem impunes, enquanto pagamos todos nós as suas, deles, asneiras? Uni-vos e Lutai por condições dignas de vida.

    És grande mano velho.

    Abraço

    Luis

    ResponderEliminar
  5. Olá Lourdes!
    Obrigado pelo seu interesse e disponibilidade para divulgação!
    Sabe que eu acho que o "pessoal" ainda não se apercebeu do que aí vem porque se deixou levar pelo facilitismo que foi demonstrado pelas autoridades (in)competentes !!!
    Quando caírem na "real" vai ser a revolta !

    ResponderEliminar
  6. Amigo Vitor, excelente trabalho, e ao jeito de "martelada", a expressão pode ser forte mas só assim é que tomamos consciência dos problemas, como diz o ditado é bom que o sol nasça para todos (neste caso mau tempo para todos),pois só com um problema de caracter geral(toda a Freguesia,até mesmo Concelho) poderá ter força para algum movimento concertado em torno de uma possível solicitação de intervenção local e geral.
    Aproveito para deixar uma sugestão, durante anos os timoneiros das Ligas e Comissões de Melhoramentos deslocavam-se a CMArganil a pedir saneamentos básicos agua ao domicilio, alcatroamento de estradas e outros bens necessários para uma melhor qualidade de vida, quase sempre (ou sempre) ouviam um não porque não havia ($$$$,££££), agora é a crise internacional e não há (€€€€€) muda a moeda mas a desculpa continua a mesma, não há... , o problema é que os nossos autarcas não foram eleitos para dizer que não há, foram eleitos para fazer e resolver senão não precisavam de ser Engºs, ou Drs, podiam ser apenas pedreiros ou pastores(com o devido respeito por estes), está na altura de as autarquias resolverem e não esperarem sempre que as colectividades façam o seu trabalho, aproveito para deixar nova sugestão,como estamos em tempo de campanha os partidos (azuis, amarelos verdes, vermelhos laranjas ou com bolinhas) parece que andam por aí a comer da conta ou por conta,podiam investir o dinheiro que gastam nesses jantares de apoio aos seus candidatos e todos eles com esse dinheiro fariam (mas não fazem) charters de coisas boas nas aldeias que os elegem, isso sim seria uma campanha diferente e com resultados.As colectividades terão que se unir e numa só voz junto da autarquia exigir um direito na reposição de um serviço público, pois acções individuais não são soluções e pedidos de comparticipações para equipamentos, são complexos para a faxa etária da nossa população que ainda sobrevive nas nossas aldeias, o estado aceitou esta norma CEE,por implicação é obrigação do estado no mínimo colocar a funcionar igual.

    ResponderEliminar
  7. Bolas!
    Eu não diria melhor oh Balsas!
    Mas parece-me que o "Zé" não está a tomar consciência deste problema!
    É o que eu refiro nos 2 posts que coloquei: quando chegar a tal data de mudança do sistema em que no mesmo dia desliga um e liga o outro e quando ficarem sem televisão para ver as novelas e alguns dos jogos de futebol que passam, ainda, em canal aberto, aí todos vão acordar!
    Aponta a data em que estou a dizer isto!
    Abraço!

    ResponderEliminar