domingo, 21 de março de 2010

Assembleia Geral

Conforme foi noticiado no "post" anterior, realizou-se hoje a Assembleia Geral da LAB.

Após cumprimento do programa habitual a lista dos corpos gerentes para o ano de 2010 foi a seguinte:

Mesa da Assembleia Geral:
Humberto Cosme Castanheira (Presidente)
Ana Catarina da Silva Andrade (Secretária)
Isaura da Costa Pereira Raminhos (Secretária)

Direcção:
Vitor Manuel Gonçalves Andrade (Presidente)
Maria do Céu Alves da Silva Andrade (Secretária)
Fernando Jorge Costa Castanheira (Tesoureiro)
Luís Manuel Fernandes da Costa (Vogal)
Rute Maria Castanheira dos Santos Urbano de Castro (Vogal)

Concelho Fiscal:
Leonel dos Santos Florêncio (Presidente)
José Mendes Castanheira (Secretário)
Manuel Moreira Cristóvão (Relator)

Espera-se que a nova Direcção (que afinal é praticamente a mesma) consiga, mais uma vez, levar a efeito todos os projectos em que se envolver, sem no entanto esquecermos que deverá contar com o apoio de todos os associados e amigos. Só assim se poderá continuar com força, vontade e alegria.

De louvar a entrada de um novo membro que é o mais jovem e que vai ocupar o lugar de secretária da Assembleia Geral. Refiro-me à Ana Catarina Andrade. Com raízes em Barroja (neta do António Silva e da Hortense Alves), tem no sangue o gosto e a vontade de ajudar a LAB e a sua aldeia a continuarem na senda do Regionalismo!

Parabéns Ana pela tua disponibilidade e vontade de trabalhar!

5 comentários:

  1. Sabem como é!
    Alguém tem de tomar conta destes tótós que não percebem nada do assunto xD
    Como é que é o ditado? "Quem sai aos seus não degenera" ah ah ah

    Pois bem, podem contar comigo para o que precisarem, que não há cá PCF para me deitar a baixo :P

    Abraços!

    ResponderEliminar
  2. Vamos receber a Catarina
    que acaba de chegar
    Mas como qualquer caloiro
    Da praxe não se vai livrar.

    Olá Catarina
    Vamos por os acentos nos "Ós"
    Ainda és muito nova
    Para tomar conta dos tótós.

    Há Silvas que dão amoras
    Há outras que as não dão
    Há meninas que querem trabalhar
    Há outras que também...não.

    Diz o Balsas que PCF é...
    Património Cultural Fotografado
    Se não gostam destes corpos gerentes
    Vão ter por mais um ano este fado.

    ResponderEliminar
  3. Agradeço pela chegada
    daqui espero passar,
    para depois da praxe
    poder ser eu a "praxar".

    Olá Caro Balsas,
    vamos acentar os "Is"
    para depois termos
    um final muito feliz.

    As Silvas são selvagens
    assim eu sou também
    quem não aguentar,
    que se mude para Belém!

    Diz a Catarina que PCF é...
    Dá-me um Presente Com Fita
    pensavas que me ganhavas?
    Vai é tirar uma rifa!

    ResponderEliminar
  4. Tu tens toda a razão
    No que versaste à bocado
    Se assim canta a canção
    Vamos lá cantar o fado

    A chamarem-nos tótós?
    Isso é que não pode ser
    Em terra de galarós
    Que vêm pintos cá fazer?

    Costas são do castelo!
    Essa é pura verdade
    A Ana da mãe herdou Silva
    Do pai ganhou o Andrade

    Também concordo contigo
    Acerca do trabalhar
    Espero que não se esgote
    A vontade de ajudar

    PCF, AG e mais siglas
    Se inventas ficas doente
    Eu digo VAPF:
    Vamos Andar Para a Frente

    Está na hora se sair
    Cantar vai ser pr'a depois
    Agora vou eu descer
    Até ao vale dos lençois!

    ResponderEliminar
  5. Eu espero bem que não percas estes textos... que isto um dia destes dava um belo livro de poesia para vender e fazer uns trocos, que bem falta nos fazem eheheheh
    No que respeita ao tema, não é agora que a Catarina começa a trabalhar, que isso ela já faz há muitos anos :)está no sangue que lhe corre nas veias.... beijinhos********

    ResponderEliminar